Benfica-Porto: Azuis e brancos não deram qualquer hipótese às águias

0
Benfica-Porto

Antes do início do jogo, as casas de apostas davam claro favoritismo ao Benfica, isto tendo em conta os resultados das últimas partidas. Goleada ao Sporting, goleada aos Paços de Ferreira e vitória perante o Belenenses sobre 2-0. O problema é que o Benfica nunca tinha feito exibições de encher o olho nesses jogos disputados.

O caso do FC Porto foi bem diferente. Teve duas derrotas seguidas, uma a contar para o play-off da Liga dos Campeões e que lhes custou o apuramento, e outra logo na primeira jornada do campeonato, o que motivou um arranque em falso dos vice-campeões da Liga NOS. No entanto, nesses jogos, o FC Porto nunca desistiu de ir à procura do golo, algo que depois se viu no jogo seguinte, em que goleou o Vitória de Setúbal por 4-0.

Portanto, a atitude de vencedor já vinha a ser construída. E isso viu-se no jogo de ontem. O Porto dominou por completo durante os 90 minutos. Já o Benfica foi uma nulidade total. Os encarnados fizeram um jogo tão fraco que Bruno Lage deve retirar sérias ilações do jogo. Afinal de contas, é inadmissível que o campeão nacional tenha jogado perante o seu rival e em todo o jogo tenha feito somente… cinco remates, onde as oportunidades claras de golo foram praticamente inexistentes. Dito isto, resultado final deste Benfica-Porto? 2-0.

Foi um jogo muito atípico do Benfica. Os melhores em campo? Odysseas Vlachodimos e Taarabt (este apenas entrou na segunda parte). Todos os outros jogadores estiveram a léguas do que são capazes. Pizzi mal se viu no jogo e Rafa nunca conseguiu levar as suas corridas a melhor.

Raul de Tomas tem muita qualidade, mas deve é jogar noutra posição. Ferro esteve super mal e com culpas nos dois golos, bem como Nuno Tavares, que fez uma exibição paupérrima.

Pelo que já leram, podem interpretar que o Porto fez o quis do Benfica. As águias falharam muitos passes e perdiam sempre a bola antes de chegarem à grande área. Bastava depois ao Porto roubar a gola e iniciar o contra-ataque. Na verdade, o Benfica parecia equipa de amadores.

Os golos surgiram com toda a justiça. Se a verdade é que o primeiro golo, fruto de um canto, teve alguma sorte à mistura, o segundo foi totalmente merecido. E o resultado neste Benfica-Porto apenas não foi mais dilatado porque a pontaria de Marega não estava no seu melhor.

Agora, Benfica e Porto partem para a próxima jornada da Liga NOS com os mesmos pontos. Em todo o caso, o Porto mostra que vai lutar pelo campeonato até ao fim. Já o Benfica tem de pensar num esquema tático diferente, senão arrisca-se a fazer uma pobre campanha na Liga dos Campeões…

DEIXAR UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here